Histórias, Notícias

Bio-região: o que é? O exemplo de Idanha-a-Nova

bio-região

Se nunca ouviu falar de uma “bio-região”, está no sítio certo. Vamos explicar-lhe o que é, e dar exemplos, para que conheça os deleites destes locais, sem ter que sair de casa.

Bio-região: o que é?

As bio-regiões são “locais atractivos para um mundo sustentável”, tal como anuncia a rede internacional INNER. Foi este grupo que deu início a este movimento, em Itália, em 2004.

Também chamadas de eco-regiões, têm como objectivo juntar toda a comunidade, desde agricultores a consumidores. E como? Promovem uma vida sustentável para a região, assente nos princípios da agricultura biológica. E sem excluir as restantes formas de produção.

“Os produtos alimentares nestas áreas também se tornam património cultural e uma marca de identidade local”, escreve a INNER. “Os agentes sociais e económicos locais tornam-se mais responsáveis na gestão dos recursos naturais e ambientais, que são comuns a vários sectores (agricultura, turismo, comércio, etc.)”, acrescenta ainda. Assim, todos ganham.

Exemplo: Idanha-a-Nova

A seguir a Itália, onde começou o movimento, Portugal é o país do mundo com mais bio-regiões. Conta já com quatro, e junta-se a países como França, Suíça e Índia.

São elas: São Pedro do Sul, Alto Tâmega, Margem Esquerda do Guadiana e Idanha-a-Nova.

Idanha-a-Nova foi a 1ª bio-região em Portugal. O seu objectivo foi o da “ implementação de uma estratégia de desenvolvimento sustentado no nosso território”, escreve o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento de Idanha-a-Nova (CMCD). E  promovendo “as potencialidades do concelho de uma forma diferenciadora e mais sustentável”, acrescentam ainda.

E tal está à vista. Desde os clássicos queijos de cabra e azeite biológico aos típicos Borrachões e Esses de Idanha.

Fique a saber (e saborear!) mais sobre esta bio-região, tudo no conforto de sua casa.

 

21 de Abril de 2021

Related Posts