Histórias, Notícias

Substitua o Black Friday pelo Green Friday!

green friday

O termo Black Friday é uma expressão inglesa que significa literalmente ‘Sexta-Feira Negra’ e é o dia que inaugura a temporada de compras natalícias com significativas promoções em muitas lojas e grandes armazéns. Este é um evento que se estabeleceu firmemente também em Portugal e todos os anos ganha novos adeptos. Basta verificar as nossas caixas de correio eletrónico para descobrir que todos os websites, independentemente do sector, estão a aproveitar estas horas para oferecer descontos e promoções ad hoc.

Hoje em dia a Black Friday tem-se tornado sinónimo de oportunidade para vendedores e consumidores em todo o mundo. A segunda-feira seguinte, Cyber Monday, é o dia reservado às ofertas de alta tecnologia.

Mas será que o Black Friday é assim tão conveniente para todos?

Concorrência desigual e desleal para pequenos e médios produtores

O convite para comprar irracionalmente e imoderadamente para aproveitar as promoções, leva os produtores e distribuidores a fazer um sacrifício que nem sempre é reembolsado. Muitas pessoas irão compram produtos de que muitas vezes nem sequer precisam, catapultados nesta onda de descontos “que estão prestes a expirar”. Esta recorrência pode por vezes ser vantajosa para os consumidores, mas sê-lo-á muito menos para os pequenos produtores e distribuidores, que são forçados a perseguir os gigantes de todas as indústrias e a adaptar-se para seguir uma tendência que não conseguem manter e que não é sustentável para eles, com grandes repercussões económicas e sociais.

Nós que trabalhamos todos os dias com pequenos e médios agricultores decidimos escolher um caminho diferente. Este não tem como objetivo aniquilar as compras, mas sim responsabilizar os consumidores e levá-los a refletir sobre a importância de não agir sem pensar.

 Consequências para o meio ambiente

É necessário lembrar que enquanto os grandes retalhistas lucram e os consumidores compram em demasia, estimulados pelas promoções, o meio ambiente fica prejudicado devido à poluição atmosférica produzida pela produção e transporte das mercadorias. Para além disso são gerados inúmeros resíduos oriundos das embalagens dos produtos comprados como as caixas de plástico e muitos outros materiais.

Greenwashing

O Greenwashing pode ser definido como uma técnica de vendas em que uma organização ou marca comunica através de alegações erradas, irrelevantes, e até de informações fraudulentas, sobre as características e responsabilidade ambiental dos seus produtos ou iniciativas. O consumidor é induzido a acreditar que a sustentabilidade é o pilar principal de determinado produto, empresa ou projeto, sem qualquer fundamento cientificamente comprovado.

Green Friday

A Green Friday nasceu como uma reação ao consumismo da Black Friday e promove compras mais sustentáveis e responsáveis. É um movimento fundado por marcas slow fashion que prioriza o local em relação ao global, promove a consciência socioambiental, contribui para a confiança entre produtores e consumidores, a prática de preços reais que incorporam custos sociais e ecológicos e a manutenção da produção entre pequena e média escalas. O movimento Green Friday procura assim informar os consumidores sobre a importância de comprar de forma consciente. O objetivo é combater o consumo excessivo, desnecessário e prejudicial, e incentivar as pessoas a refletirem antes de comprarem, e a darem preferência às empresas éticas, sustentáveis, aos pequenos produtores e aos produtos artesanais.

Que tal aderir ao Green Friday e praticar um consumo mais inteligente e lúcido, com a prática de escolhas mais saudáveis e ecológicas? Fica a nossa dica!