Histórias, Receitas

Favas: receita de húmus de favas (e outra de esparregado!)

As favas são uma leguminosa deliciosa e incrivelmente nutritiva. Está na época delas e quem já provou não dispensa de repetir. Para quem ainda não provou, elas têm um sabor amidoso, semelhante ao da batata, e uma textura granulada, mas ligeiramente amanteigada.

Leguminosas nutritivas

Como característica principal, a fava destaca-se por ser muito rica em Fibra. Possui 5,8 gramas de Fibra por 100 gramas de fava, ficando apenas atrás do feijão branco. É também rica em Amido, Ferro, Vitaminas do complexo B, Magnésio, Potássio, Zinco e Fósforo.

Na culinária Portuguesa

A gastronomia Portuguesa tem variadíssimos pratos tradicionais em que a fava é a estrela da companhia. As Favas guisadas à Portuguesa, por exemplo, também conhecidas como Favas com Chouriço, transportam-nos para o imaginário do cantor José Cid. Já o o Arroz de Favas, com origem na região demarcada dos Vinhos Verdes, é descrito por Eça de Queiroz na obra A Cidade e as Serras. Pode ser descoberto ainda mais a fundo no livro Receitas e Sabores dos Territórios Rurais.

Como escolher as melhores favas

Se comprar as favas ainda dentro das vagens, deve escolher as que se encontram mais firmes, e apertadas. Normalmente, as vagens mais soltas têm favas mais velhas e, por isso, com um sabor mais amargo. Em média, cada vagem contém 4 a 5 favas. Retirar as favas das vargens é divertido – aproveite que as crianças adoram fazê-lo!

Preparar para cozinhar

O tempo de cozedura das favas varia entre 15 a 20 minutos. Têm uma película externa, chamada de ‘camisa’, algumas pessoas preferem retirar. A forma mais fácil de descamisar’ as favas é pô-las em água com sal, a ferver, durante cerca de 60 segundos. Depois, ponha-as imediatamente em água gelada. Isto vai amolecer a tal película, e a sua remoção torna-se muito mais simples. Depois de arrefecer, basta fazer um golpe numa das extremidades da fava, e espremer o conteúdo. Se gosta da ‘camisa’, mantenha-a, pois ela é perfeitamente comestível.

Congelar para não desperdiçar

Sendo este um produto tão sazonal, a congelação é uma excelente forma de conservação. Depois de descascar e lavar as favas, faça o branqueamento do seguinte modo:

  • Coloque bastante água num tacho e deixe levantar fervura. Logo que a água esteja a ferver, ponha uma mão cheia de favas de cada vez, deixando levantar fervura de cada vez que coloca uma mão cheia. Este processo de acrescentar quantidades entre fervuras serve para que as favas fiquem mais verdinhas.
  • Quando tiver as favas todas dentro do tacho, deixe ferver cerca de 3 minutos. Retire e arrefeça rapidamente em água corrente (ou em água arrefecida com cubos de gelo).
  • Deixe escorrer bem e seque num pano ou em papel de cozinha.
  • Embale em sacos de plástico coloque no congelador.
  • Quando quiser utilizá-las, cozinhe as favas congeladas directamente na cozedura (refogado, guisado ou em água a ferver com sal).

Como utilizar as favas

Podem ser utilizadas como ingrediente na sopa ou então como acompanhamento. Cozidas, ou reduzidas a puré, dão originalidade e cor a diferentes receitas. O clássico esparregado, por exemplo, pode fazer com cascas de favas; descubra como no artigo do Ricardo Felner, crítico gastronómico, autor do blog O homem que comia tudo. Pode ainda cozer as favas e utilizá-las como componente de saladas.

E porque não fazê-las de protagonistas e preparar um prato vegetariano, tal como almôndegas ou hambúrgueres de favas?

Receita de húmus de favas

Sugerimos uma das nossas receitas preferidas: Húmus, com favas, em vez de grão-de-bico. Fica surpreendentemente delicioso!

Ingredientes:

·       1 chávena de favas cozidas, sem pele, disponíveis no Smart Farmer

·       1 ramo de hortelã

·       1 c. de sopa de tahini (pasta de sésamo) – opcional

·       1 c. de azeite

·       ½ limão, só o sumo

·       1 c. de sobremesa de infusão de alhos em azeite, ou 1 dente de alho

·       Pimenta preta q.b.

·       Sal q.b.

·       Paprika q.b.

Preparação:

Coza as favas em água e sal, escorra, retire a pele.

Num processador, coloque todos os ingredientes, exceto a paprika, e pique até ficar com um creme bem homogéneo. Prove e retifique temperos.

Coloque numa taça, decore com hortelã, um fio de azeite e paprika.

Sirva com tostas ou pão torrado.

 

Bom Apetite!

 

3 de Maio de 2021

Related Posts