Histórias

Cabazes de Natal, da prevenção dos Incêndios Florestais, à resposta ao COVID19

Em 2020, 5 dos maiores 20 incêndios rurais registaram-se no distrito de Castelo Branco (37% da área ardida em Portugal), na Beira Baixa. O maior foi o de Proença-a-Nova, com 14.878 hectares ardidos. Também o Fundão e Idanha-a-Nova registaram incêndios de grande magnitude.  A curadoria dos produtos teve em consideração a valorização do mel, azeite, leguminosas em modo de produção biológica, aromáticas, vinho, queijos e derivados de carne de pecuária extensiva. Estas são as principais fontes de receita, complementares à floresta, nesta região. Manter e desenvolver estas produções é a melhor forma de garantir que o território não é abandonado. O aumento do número de produtores e explorações, no mosaico paisagístico da Beira Baixa será a melhor forma de prevenir incêndios florestais de grande magnitude.

O efeito devastador dos incêndios rurais na destruição dos ativos florestais, na emissão de Co2 para atmosfera, na perda de biodiversidade, na destruição de fontes de rendimento para as populações de territórios de baixa densidade, na degradação e erosão dos solos, na poluição dos lençóis freáticos e, frequentemente, na perda de vidas humanas, são indesmentíveis e preocupantes. Se adicionarmos, os efeitos cada vez mais visíveis das alterações climáticas, a pandemia do COVID19, e a concentração de população e riqueza nas zonas costeiras do nosso país, facilmente tomamos consciência da premência de apoiarmos o que resta da agricultura familiar, da pecuária extensiva (não confundir com as práticas da pecuária intensiva e da agricultura industrial), e ajudar os nossos pequenos e médios agricultores e artesãos de produtos tradicionais. Apoiá-los é, precisamente, a missão do SmartFarmer.

Contudo, por muito esforço e investimento que a Oikos e os parceiros locais, como a Associação Empresarial da Beira Baixa, possam fazer, a realização da missão social do SmartFarmer só é possível com o gesto solidário dos cidadãos e empresas,  através do ato de compra responsável no Marketplace smartfarmer.pt. Haverá, certamente, oferta mais barata, de qualidade aproximada, mas em nenhum outro mercado português encontrará tantos produtos com a garantia de origem, tradição, justa remuneração do trabalho e práticas ambientais adequadas aos territórios de baixa densidade.

Num momento em que o combate à pandemia nos força a reinventar a partilha com a família e os amigos. Privados do convívio presencial, do madeiro, da missa do galo e das festas da passagem de ano, não podemos esquecer aquelas e aqueles que nos são queridos. Para que os seus “presentes” sejam a forma de estar junto daqueles que ama, trazemos até si cabazes de produtos tradicionais. Contribuímos para recordar os laços que nos ligam à terra e às tradições; apoiamos os produtores a suportar as perdas económicas que enfrentam, porque só solidários venceremos a pandemia!

O SmartFarmer proporciona-lhe também a possibilidade de personalizar um cabaz único, com os produtos do nosso catálogo ou com aqueles que são comercializados no nosso Marketplace por uma crescente rede de produtores. Pode ainda optar por adquirir e oferecer um voucher de compras no SmartFarmer, um presente solidário para familiares, amigos, ou para os nossos heróis que combatem o COVID 19 na linha da frente, sejam médicos, enfermeiros, auxiliares de saúde ou bombeiros. Seja duplamente solidário. O nosso muito obrigado!